Pandemia da COVID-19 não atrapalha produção rural em Roraima

Para não faltar alimentos na mesa do roraimense, por causa da pandemia ocasionada pelo Coronavírus (COVID-19), os produtores rurais do Estado, continuam trabalhando. O campo, não parou. Diariamente, eles acordam bem cedo para plantar e colher os gêneros alimentícios. O Dia do Trabalhador Rural é comemorado todo dia 25 de maio no país, e o […]

25/05/2020 15:52

Comunicar Erro

Para não faltar alimentos na mesa do roraimense, por causa da pandemia ocasionada pelo Coronavírus (COVID-19), os produtores rurais do Estado, continuam trabalhando. O campo, não parou. Diariamente, eles acordam bem cedo para plantar e colher os gêneros alimentícios.

O Dia do Trabalhador Rural é comemorado todo dia 25 de maio no país, e o Governo de Roraima, por meio da Seapa (Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento), homenageia neste dia, todas as pessoas que trabalham nas zonas rurais, nos campos e fazendas, seja como lavradores, agricultores ou cuidadores de animais, entre outras funções.

O secretário de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Emerson Baú, agradeceu todo empenho do setor em não parar, mesmo em meio a uma pandemia. “Agradecemos a todos que estão no campo, aos que vêm para a cidade trazer a produção, o número de profissionais e funções dentro do campo são diversas e a valorização tem ocorrido cada vez mais”, frisou.

Diante da situação endêmica que não só o Estado de Roraima, mas em uma escala mundial, a Seapa preparou diversas frentes de trabalho para enfrentar a pandemia e ajudar economicamente o setor agropecuário.

MEDIDAS DURANTE A PANDEMIA

Entre as medidas para auxiliar os produtores da agricultura familiar, estão: Celeridade para implementar o PAA (Programa de Aquisição de Alimentos); Estruturação de uma plataforma digital para valorizar produtos da agricultura; Elaboração de peças promocionais para produtores fazerem sua publicidade; Criação da Feira Pague e Leve da Agricultura Familiar com revezamento de produtores e feirantes visando ser um canal de escoamento da produção.

“Nossos técnicos estão em todo o Estado, por meio das CPR’s, mostrando compromisso em melhorar o trabalho de todos. O trabalho no campo que reflete na cidade, pois temos um alimento farto e saudável na mesa dos roraimenses”, enfatizou Baú.